Restaurando móveis antigos: o que saber para transformar o velho em novo?

Alguns chamam de velharia e querem mesmo é se livrar, mas pense, vale a pena mesmo comprar um montão de coisas novas, se você pode inovar restaurando móveis antigos?

Restaurando móveis antigos

Passo número 1: escolha o móvel correto!

Por mais que sejamos apegados em uma determinada mobilha, não é qualquer móvel que pode ser utilizado para a reforma. Por exemplo, para antiguidades valiosas, recomenda-se uma restauração por um profissional, já que qualquer erro pode retirar o valor da peça. No momento em que for escolher a peça para ser reformada, priorize estes atributos:

  • móveis feitos com madeira resistente (já que peças com madeira fina ou apodrecida podem se danificar com facilidade, e no caso de cadeiras por exemplo, podem quebrar os pés e causar acidentes, ou nem mesmo aguentar o processo da reforma);
  • móveis sem muitas camadas de tinta (pode ser muito complicado tirar cada camada de tinta, as vezes não vale o trabalho);
  • móveis com faces lisas e retilíneas (se for sua primeira vez, evite móveis com entalhes difíceis ou pernas curvilíneas).

Passo número 2: faça um plano para reformar!

Dê uma boa observada no móvel o qual você escolheu e faça um planejamento para fazer dele uma peça perfeita para sua sacada, cozinha ou sala de jantar. Pense nos itens a seguir:

  • o que será necessário para reformar a mobília? Se for pintada, você precisa retirar a tinta, se ele tem um acabamento lustrado ou similar, será necessário um tíner específico para verniz.
  • Pense em como você quer que seu móvel aparente! Qual cor ou qual aspecto da madeira, etc;
  • Procure ir a lojas, busque referências na internet, converse com especialistas, peça opinião de amigos, vale tudo para uma boa restauração!

Passo número 3: compre tudo o que você precisa para reformar!

Agora que você já tem um planejamento em mente, é necessário os seguintes materiais para fazer a reforma:

  • equipamentos para proteção. Se estiver em um local fechado, procure usar um exaustor para ventilar a área, além de óculos (se for usar serra elétrica, já que podem voar fluidos para o seu olho), luvas e um avental;
  • para proteção do piso, use também um plástico ou jornais;
  • removedor grosso de tinta ou tíner (para o caso de ter que tirar dos móveis);
  • pincéis de tamanhos variados, dependendo dos detalhes que você quer fazer;
  • lixa de granulação 100 ou uma lixadeira, além de lixa fina;
  • tingidor de madeira, na cor de sua preferência;
  • seladora de poliuretano (para selar o tingidor).

Passo número 4: retire as peças do móvel!

Remova as maçanetas, dobradiças, alças e qualquer peça de metal, fazendo a preparação do móvel para reformar, já que pode manchá-los de tinta e até mesmo destruí-los com o uso de química.

  • coloque as peças em sacos específicos, com identificação de etiquetas, para que você lembre em que parte do móvel aquela pela tem que estar;
  • busque polir as peças, para que elas fiquem de acordo com seu móvel “novinho” e reformado. Também existe a opção de comprar peças novas para dar um novo ar ao móvel.Você pode também comprar peças novas para dar um novo visual.
restaurando-moveis-antigos
restaurando móveis antigos

Se você deseja um tutorial de como reformar algum móvel em específico, pode procurar em canais no Youtube! Lá cada detalhe é explicado e você tem uma orientação correta de como restaurar e deixar lindo!

Descubra também: como fazer uma horta em casa?

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *