Poluição e exercício físico: como os poluentes interferem na vida saudável

Na terceira idade, é muito importante praticar exercícios físicos, para mantes os músculos e ossos saudáveis, e até mesmo a mente, já que o cérebro também pode obter massa muscular, reduzindo a probabilidade de AVCs. Qual a relação então entre poluição e exercício físico? Descubra abaixo!

O avanço das pesquisas

Estudos feitos por profissionais ingleses, do Imperial College London e americanos da Universidade Duke (Carolina do Norte), tiveram como meta analisar os efeitos dos poluentes sobre adultos, que praticavam atividade física, com 60 anos ou mais.

Estes estudiosos avaliaram 119 pessoas maiores de 60 anos, as quais 40 tinham uma saúde estável, 40 sofriam de DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) e 39 possuíam cardiopatia isquémica. Estes voluntários receberam a missão de dar um passeio de 2h na Oxford Street, em Londres, sendo uma das regiões mais poluídas do país ou no Hyde Park, uma área cheia de árvores, coberta pelo verde.

Antes e depois de passear por estes lugares, os pesquisados tiveram que fazer exames, medindo os efeitos sobre o sistema respiratório e cardíaco, analisando capacidade pulmonar, fluxo de sangue, pressão e rigidez nas artérias. Observou-se então que os participantes que passaram pela área com mais área verde tinham uma melhora na capacidade respiratória durante a primeira hora. Esta melhora se prolongou em até 24h para outros voluntários.

Também observou-se que a volta no parque fez a rigidez arterial diminuir em 24% no grupo saudável, e nas pessoas que sofriam  de DPOC, houve uma queda de 19%.

Poluição e exercício físico

Nesta mesma pesquisa, foi visto que os participantes os quais deram uma volta na Oxford Street reduziram sua capacidade respiratória, por estarem em uma parte poluída e movimentada da cidade.

Este grupo teve uma queda de apenas 4,6% nos participantes saudáveis, 8,6% nos doentes cardíacos e 16% nos que sofriam de DPOC.

O autor da pesquisa, Junfeng Zhang chegou a conclusão de que esta era mais uma evidência do quanto os poluentes são prejudiciais à saúde, mesmo para quem tem bons hábitos, querendo conscientizar motoristas e indústrias de que a poluição afeta a vida de todos.

E se eu morar numa área poluída, o que posso fazer?

poluição e exercício físico
poluição e exercício físico
  1. De manhã, os níveis de poluentes e de calor são menores, que tal aproveitar esse momento para praticar atividade física?;
  2. procure não correr perto de ruas com muito movimento de carros, ônibus ou caminhões, principalmente nos horários de pico pela tarde;
  3. reduza a intensidade da sua atividade física. Correr um pouco mais devagar faz com que você faça a respiração pelo nariz, que filtra o monóxido de carbono e outros fragmentos de poluição encontrados no ar;
  4. se só tiver horas de muita poluição para se exercitar, reduza o aquecimento, diminuindo assim a exposição antes de correr;
  5. procure fazer exercícios na academia ou dentro de casa;
  6. pule dias evidentemente muito poluídos;
  7. tenha o costume de ingerir vitaminas C e E, pois são antioxidantes, reduzindo os efeitos da poluição e combatendo os radicais livres.

Correr é a melhor maneira de otimizar sua condição física e mental, entretanto, se você mora em uma área a qual os níveis de poluentes são altos, procure reduzir sua exposição a eles. Planejando-se corretamente, pode-se dar aquela corridinha em qualquer lugar que more.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *