Conheça os fito-hormônios para tratamento dos sintomas da menopausa

As mulheres que sofrem com a menopausa, sabem como os sintomas são muitos e como eles podem afetar a rotina de uma forma negativa, para isso procuram sempre formas de controlá-los, mas o que a maioria não sabe é que para cada um deles existem tipos de fito-hormônios, capaz de administrar a produção de progesterona e outros de estrogênio. A avaliação de um médico é necessária para que seja apontada a reposição hormonal para cada mulher, pois às vezes dois tipos podem ser combinados e a reposição pode ser feita através de métodos naturais, como controlando a alimentação ou a base de tratamentos naturais.

Fito-hormônios para tratar a menopausa

Soja

Rica em genisteína que previne o câncer e problemas relacionados ao fígado e a vesícula, estimula a formação e preservação dos ossos, baixa o colesterol e é indicado para mulheres na menopausa pois evita a hipertensão e osteoporose. A soja também previne câncer, pois age contra a proliferação de tumores.

Vitex agnus castus

Tem como função evitar a depressão, especialmente para mulheres no período que antecede a menopausa. Diminui as dores no mamilo, melhora o bom-humor e aumenta a libido.

Semente de linhaça

é convertida em estrogênio pelas bactérias do intestino.

Black Cohosh (Cimicífuga Racemosa)

Comprovado pelo Ministério da Saúde da Alemanha é aprovado para tratar deficiências causadas pelo estrogênio. Alivia os calores, evita o ressecamento vaginal e a ansiedade.

Wild Yam (inhame selvagem mexicano)

Tem ação parecida com a da progesterona no corpo, é indicada principalmente para mulheres com osteoporose pois a progesterona aumenta a densidade óssea, também diminui a retenção de líquidos.

Dong Quai

é uma planta muito utilizada na medicina chinesa, ela promove a síntese de progesterona natural, é boa para aliviar a TPM, pois relaxa a musculatura do útero e ajuda a combater as cólicas.

Licorice Root

O líquido desta planta denomina-se ácido glicirrético e estimula a conversão natural de testosterona em estrogênio, na glândula supra-renal. É uma fonte de estrogênio natural e além disso, age na prevenção de coágulos, muito comuns no período da menopausa. É usado na Europa e nos EUA também como anti-inflamatório (ps.: não deve ser usado por quem tem hipertensão).

Os médicos apoiam o uso de fito-hormônios!

Os endocrinologistas Amanda Athayde e Ricardo Meirelles, debateram a pauta no congresso da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, defendendo o uso destes “repositores hormonais” naturais, que não fazem mal à saúde por suas origens de plantas. Além disso, os doutores apontam que na Europa isto já é uma forte tendência, e a maioria das mulheres já trocou a perigosa reposição hormonal pelo uso de fito-hormônios.

O caso da soja (Glycine max), por exemplo, sua utilização como preventiva nos sintomas associados ao climatério partiu da observação da ligação entre o hábito alimentar nas populações de mulheres de origem japonesa e a baixa frequência de sintomas da menopausa, quando comparadas com mulheres ocidentais.

— Dra. Ivone Manzali

Já utilizou algum desses fito-hormônios no tratamento da menopausa? O que achou do resultado? Influenciou em algo nos sintomas? Deixe seu comentário! ☺

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *