Como montar um ateliê de costura? Descubra as melhores formas para inovar!

Quer uma forma de ganhar um extra ou sempre teve o sonho de ter um espaço para a moda? Veja abaixo tudo sobre como montar um ateliê de costura!

Mercado

  • Setor econômico: terciário;
  • tipo de atividade: prestação de serviço;
  • produtos oferecidos: serviços de costura.

“Os ateliês de costura vêm sendo estimulado por diversos fatores. A indústria têxtil brasileira, por exemplo, voltou a oferecer tecidos com padrão internacional, como resultado da política de investimentos no setor.”

— SEBRAE

O mundo da costura

A costura é algo que está sempre presente, não importa quantos anos passem. Isso também ocorre com os ateliês, que são uma forma mais glamourosa quando o assunto é comprar roupas, tirando que em muitos, os looks são feitos e ajustados sob medida, de acordo com o gosto de cada cliente. Alguns até fazem roupas para outros tipos de situações, que não sejam cotidianas, como para festas, noivas e peças de teatro.

Estrutura do ambiente

O espaço deve ter entre 20 e 80 metros quadrados, divididos em ambientes, como: sala para espera, escritório, oficina (com móveis e equipamentos distribuídos na forma da sequência de produção) e depósito.

É muito importante levar em consideração o perfil do público alvo do negócio, utilizando isso para definir o tamanho da loja e instalações. A organização deve envolver os seguintes setores:

  • recepção – espaço estruturado com balcão, sofá, balas, TV, revista, água, café,enfim, alguns mimos que vão cativar o cliente;
  • área de prova – local onde o estilista fará o atendimento, para saber como o cliente quer a peça e tirar as medidas, auxiliando na modelagem e na prova;
  • produção – espaço onde costureiros fabricam as peças;
  • escritório – destinado às atividades administrativas, operacionais, comerciais e financeiras, que pode ser no mesmo espaço da recepção.

Como montar um ateliê de costura

cabide
como montar um ateliê de costura?

Investimento

Irá variar de acordo com a estrutura do empreendimento, podendo variar entre R$15.000 a 30.000.

Equipamentos

As principais máquinas necessárias em um ateliê de costura são as industriais. É importante ter pelo menos uma máquina doméstica, para adaptar os acessórios, pregar os botões e zíperes ou casear, não esquecendo da mobília e equipamentos do escritório.

Funcionários

É possível começar com uma estrutura de apenas 4 funcionários, de acordo com o SEBRAE.

Começando na área

É muito importante estar antenado ao que o público deseja, e o que é tendência no momento, para sugerir aos clientes o que há de melhor e inovador, diferenciando-o através das roupas, com cortes dissemelhantes, que não serão convencionais como as de loja de departamento.

Atendimento

As pessoas são atendidas com hora marcada. O objetivo é dar a maior atenção possível ao cliente e organizar o fluxo de produção.

Clientela

A clientela em geral é formada primeiro por parentes e amigos e em seguida por indicações, aliás, em muitas das situações os clientes se tornam principal fonte de informações para mudanças, seja no atendimento como também na área produtiva.

Fornecedores

Ter contato com bons atacadistas, que entreguem periodicamente e forneçam amostras dos tecidos, para facilitar a escolha do cliente, é fundamental.

Estoques

Adotar as compras programadas, afinal, não há necessidade de grandes estoques de tecidos e aviamentos, pois eles podem ser comprados conforme as encomendas.

Formação

“O empreendedor pode recorrer a cursos básicos, que ensinam corte, costura, modelagem, desenho e estilo em níveis técnicos de segundo ou terceiro graus.”

— Emprega Brasil

Parcerias

Se o empreendedor opte por terceirizar a confecção, é essencial escolher parceiros com experiência no ramo, que costumem cumprir os prazos de entrega.

Agora você sabe mais sobre como montar um ateliê de costura. Gostou? Deixe seu comentário!

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *